You are here: Home Notícias noticias

Menu Principal

News
G1
Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.

G1
  • Paraná tem mais de 2,6 mil vagas de empregos abertas nas agências do trabalhador
    Auxiliar de linha de produção tem 1,2 mil oportunidades no estado, conforme dados da Secretaria de Justiça, Trabalho e Direitos Humanos (Seju). Cursos técnicos são opção para quem quer se aperfeiçoar ou mudar de profissão O Paraná começou esta segunda-feira (19) com 2.618 mil vagas de emprego abertas nas agências do trabalhador, sendo 464 para pessoas portadoras de deficiência. Em Curitiba, são 272 oportundidades de emprego, além de 536 na região metropolitana. De acordo com a coordenadora de intermediação de mão de obra da Secretaria de Justiça, Trabalho e Direitos Humanos do Paraná (Seju), as oportunidades de emprego aumentram no estado. "Se compararmos hoje com o mesmo período do ano passado, a gente percebe que há uma movimentação positiva, em média de 30% a mais", afirma. Segundo ela, o setor que tem mais ofertado emprego no estado é a agroindústria. "O setor de frigoríficos no oeste está muito forte. As pessoas estão tendo sucesso nessas colocações", diz. Quem procura por emprego pode ir até uma agência do trabalhador ou procurar – e em algumas cidades até agendar o atendimento – no site da secretaria estadual. Vagas abertas na segunda-feira (19) no Paraná Total do estado: 2.618 Portadores de deficiência: 464 Curitiba: 272 Região Metropolitana de Curitiba: 536 Principais vagas no estado Auxiliar de Linha de Produção: 1.208 Ajudante de carga/descarga: 139 Auxiliar de Limpeza: 97 Auxiliar Administrativo: 76 Principais vagas em Curitiba Eletrônico de Manutenção: 30 Operador de Cobrança: 30 Operador de Caixa: 30 Consultor de Vendas: 20 Principais vagas na Região Metropolitana de Curitiba Operador de Caixa: 33 Auxiliar de limpeza: 32 Auxiliar de cozinha: 31 Eletrônico de Manutenção: 30 Principais vagas para portadores de deficiência no Paraná Auxiliar de Linha de Produção: 100 Auxiliar Administrativo: 39 Operador de caixa e operador de cobrança: 32 Auxiliar de Limpeza: 30 Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.

  • Agente fala sobre fiscalização em locais onde pessoas morreram atropeladas

    Três pessoas foram vítimas de atropelamento em diferentes pontos de Palmas neste fim de semana. Uma delas no acostamento da pista que dá acesso ao aeroporto e outras duas na TO-050.  Agente de trânsito fala sobre fiscalização em locais onde pessoas morreram atropeladas Três pessoas morreram vítimas de atropelamento em diferentes pontos de Palmas neste fim de semana. Uma delas no acostamento da pista que dá acesso ao aeroporto e outras duas na TO-050. O agente de trânsito Alessandro Onoráto falou sobre como está sendo realizada a fiscalização neste local. Na pista que dá acesso ao aeroporto, onde Dinalmir Ribeiro Lopes, de 24 anos, morreu após ser atropelada por um taxista neste domingo (18), não há radar eletrônico. "As fiscalizações são realizadas através de rondas ostensivas ou através de viaturas e motocicletas", afirma o agente. O local costuma ficar movimentado no fim da tarde, quando as realizam caminhadas no acostamento. "Vamos ver junto com a Infraero e com e junto com a engenharia de tráfego a realização de um estudo para viabilizar a instalação de radares. Os trabalhos devem começar no próximo mês", garante. Sobre os radares na TO-050, que não estão funcionando, em função da últimas chuvas que danificaram os equipamentos, o agente falou que até o fim de semana o problema deve ser resolvido. Duas pessoas morreram no local, na noite do último sábado (17). Uma das vítimas foi um ciclista. Ele foi encontrado morto e teria sido atingido por uma caminhonete. Não tinha documentos e corpo dele está no Instituto Médico Legal esperando reconhecimento. A outra vítima é Diego dos Santos Morais, de 26 anos. Ele estava em uma motocicleta que foi atingida na traseira por uma caminhonete. O acidente foi no trecho que fica próximo à entrada de uma faculdade particular da região. O jovem morreu ainda no local. O motorista da caminhonete é o empresário Antônio José Vieira, de 63 anos. De acordo com a PM, ele se recusou a fazer o teste do bafômetro, mas a equipe percebeu que ele apresentava sinais de embriaguez. Veja mais notícias da região no G1 Tocantins. Atropelamento aconteceu a cerca de 1,5 km do aeroporto de Palmas Divulgação

  • Abordagem policial resulta na apreensão de 20 tabletes de maconha no distrito de Montalvão

    Dois rapazes, de 19 e 23 anos, foram presos em flagrante nesta segunda-feira (19) por tráfico de droga. Entorpecente totalizou 11,214 quilos. Tabletes de maconha foram apreendidos em Montalvão Cedida/Polícia Militar A Polícia Militar apreendeu na manhã desta segunda-feira (19), no distrito de Montalvão, em Presidente Prudente, 20 tabletes de maconha que totalizaram 11,214 quilos e prendeu em flagrante por tráfico de droga dois rapazes, de 19 e 23 anos. A abordagem aos envolvidos ocorreu durante a averiguação de uma informação de que um homem teria recebido uma bolsa de viagem que continha vários tabletes. As diligências culminaram com a localização do rapaz de 23 anos, que possuía em seu quarto uma bolsa vermelha com os 20 tabletes de maconha, por volta das 10h40. Segundo a PM, ele contou que havia retirado o entorpecente minutos antes no Jardim Morada do Sol, próximo a uma padaria. A droga lhe havia sido entregue por um homem que recebeu a quantia de R$ 500 pelo serviço. O rapaz informou ainda que o entorpecente seria de um traficante de drogas de Presidente Prudente que se encontra no Paraguai. Com essas informações, os policiais realizaram novas diligências que culminaram com a prisão do rapaz de 19 anos em uma residência no Jardim Morada do Sol. Segundo a PM, ele admitiu a entrega do entorpecente. Com ele, os policiais apreenderam a quantia de R$ 520 em dinheiro, dois cigarros de maconha e outra porção que teria recebido em pagamento pela entrega. Os telefones celulares de ambos, que continham conversas acerca da transação de drogas, acabaram apreendidos. Os rapazes foram encaminhados à Delegacia Participativa da Polícia Civil, onde tiveram as prisões em flagrante ratificadas. Tabletes de maconha foram apreendidos em Montalvão Cedida/Polícia Militar

  • Natureza é “professora particular” que ensina o respeito à diversidade

    Envolvido com a fotografia de natureza há cinco anos, o físico Alexandre Carvalho visita diferentes parques para fotografar espécies da fauna e flora brasileiras. Saíra-beija-flor muda a cor das penas após o período de reprodução Alexandre Carvalho/VC no TG Alexandre Carvalho cumpre todos os dias o papel de compartilhar informações e preparar alunos da Universidade Federal de Alagoas para o mercado de trabalho. Mas o físico também é regido por uma professora: a natureza. Fotógrafo amador há cinco anos, o professor universitário descobriu por meio dos cliques que a fauna e flora continuam vivas, mesmo em regiões urbanas. “Apesar de vivermos em grandes cidades, comecei a perceber a forma que a natureza resiste às agressões que vem sofrendo. Observei que mesmo nas margens de rios poluídos existe toda uma diversidade de espécies de pássaros”. O conhecimento vai além das noções de bioma e dos aprendizados quanto às características das espécies. Alexandre encontra nos registros uma ferramenta de autoconhecimento. “Momentos de contemplação acabam se transformando em momentos de autoconhecimento, uma vez que, mesmo em uma atividade em grupo, você acaba tendo aquele momento consigo mesmo. Todo o ritual do ato de fotografar acaba sendo mais valioso do que o resultado final, que é a própria foto”, diz o fotógrafo, que mantém uma conexão cada vez mais forte com a natureza. “Depois que comecei a fotografar, passei a observar com mais carinho toda a diversidade da fauna e flora que existe ao nosso redor”. Sabiá-laranjeira é ave símbolo do Brasil Alexandre Carvalho/VC no TG Morador de Maceió (AL), o físico costuma visitar parques da região, como o Parque Municipal de Maceió e o Parque Estadual de Dois Irmãos, no Recife, mas as aventuras também ganham novos destinos, como a viagem pela Rota das Emoções, que liga Jericoacoara (CE), o Delta do Parnaíba (PI) e os Lençóis Maranhenses (MA). Habituado a andar sempre com a câmera fotográfica, Alexandre não perde a oportunidade de registrar espécies, principalmente as aves. “É muito comum encontrar alguns pássaros na estrada, em particular gavião-carijó, garça-branca-grande e carcará”, conta o fotógrafo, que destaca alguns cliques do acervo. “Gostei de ter fotografado o udu-de-coroa-azul, no Parque Municipal de Maceió, e não posso deixar de lembrar o encontro surpresa com uma cobra-cipó se alimentando de uma rã. Em momentos como esse a gente se sente testemunha de um processo de equilíbrio e manutenção da vida”. Udu-de-coroa-azul é ave difícil de ser avistada pois permanece a maior parte do tempo em silêncio Alexandre Carvalho/VC no TG Bentevizinho-de-penacho-vermelho pesa entre 24 e 27 gramas Alexandre Carvalho/VC no TG Cabeça-encarnada alimenta-se principalmente de pequenos frutos Alexandre Carvalho/VC no TG Rabo-branco-acanelado ocorre do Maranhão ao Rio Grande do Sul, Goiás e Mato Grosso Alexandre Carvalho/VC no TG A lavadeira-mascarada se alimenta nas margens de rios, em açudes, brejos e pocilgas Alexandre Carvalho/VC no TG Picapauzinho-anão (Veniliornis passerinus) nidifica em palmeiras e galhos secos Alexandre Carvalho/VC no TG Socozinho é ave migratória que nidifica nas margens de rios e lagos Alexandre Carvalho/VC no TG

  • Ifro abre inscrições para professores substitutos em Vilhena, RO

    Seleção é para duas vagas; uma em química e outra em informática. Remuneração pode chegar a R$ 5.742,14. Há vaga para professor de informática Divulgação / Rafaela Salomon Comunicação Estão abertas até quarta-feira (21) as inscrições para professores substitutos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (Ifro), campus de Vilhena. A seleção é para duas vagas, uma em química e outra em informática. A remuneração pode chegar a R$ 5.742,14 para jornada de trabalho de 40 horas semanais. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas na Coordenação de Gestão de Pessoas (CGP) do Campus Vilhena, localizado no Km 03 da Rodovia 174, nº 4.334, zona urbana. O atendimento é das 7h30 às 11h e das 13h30 às 16h30. As avaliações do processo seletivo serão por meio de provas de desempenho didático, de caráter eliminatório e classificatório, e de títulos, de caráter classificatório. O processo terá validade de 12 meses, podendo ser prorrogado no interesse da administração.